Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
15.08.17
ED. 5683

Os “cavalos vencedores” de Picciani

Segundo fonte do Ministério Público, a força-tarefa da Operação Calicute investiga a denúncia de que a família Picciani teria uma participação, não revelada, na Investiplan Computadores. A companhia tem contratos com o governo do Rio que somam quase R$ 250 milhões. O herdeiro da Investiplan, Paulo Afonso Trindade Júnior, jamais
escondeu sua proximidade com os Picciani, notadamente na agropecuária.

No próprio site da Fazenda Nova Trindade, de sua propriedade, o empresário externa sua gratidão a Felipe Picciani – filho do presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani. Segundo a apresentação, foi Felipe que “orientou e deu suporte inicial” para a família Trindade ingressar na criação de gado Nelore. O clã aproveitou bem o conselho e a ajuda: hoje, a Nova Trindade tem cerca de mil cabeças de gado e é assídua participante dos concorridos leilões de Nelore promovidos pela Agrobilara, dos Picciani.

Procurado, Jorge Picciani negou ser sócio da Investiplan. Disse ainda que jamais interferiu em contratos com o estado, de “nenhuma natureza”. O RR fez seguidas tentativas de contato com a Investiplan e a Fazenda Nova Trindade, mas não obteve retorno. O MPF, por sua vez, informou que “não se manifesta sobre investigação em andamento, não confirmando nem negando se uma apuração está em curso.”

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

O inventário político de Eduardo Campos

O PSB alimenta a expectativa de que Ana Arraes, mãe de Eduardo Campos, deixe seu cargo no TCU para disputar uma vaga na Câmara ou no Senado em 2018. Seria o nome e sobrenome mais forte numa família que, sozinha, já é um partido. Antônio e Pedro Campos, respectivamente irmão e filho de Eduardo, concorrerão a deputado federal. Marilia Arraes, sua prima, será candidata ao governo de Pernambuco. Veladamente, ou nem tanto, todos duelam pelo capital político do ex-governador pernambucano.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

A Lava Jato está revirando as vísceras da gestão de Aldemir Bendine no Banco do Brasil. O BB já encaminhou aos procuradores documentação sobre as maiores operações de empréstimo fechadas entre abril de 2009 e fevereiro de 2015, período em que Bendine estava na presidência. Consultado, o BB disse “reafirmar seu compromisso de colaborar com as investigações.”

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

Conselho do conselho

Além do Conselho Curador, o governo planeja montar um comitê de compliance exclusivo para o FI-FGTS, que hoje pega carona na estrutura da Caixa Econômica. A Lava Jato está aí para mostrar que sempre há um Eduardo Cunha disposto a beliscar a grana dos trabalhadores.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

Vagas na Anvisa

A Anvisa está com duas diretorias vagas desde o início do ano. Com tanto partido em busca de cargo, chega a ser um desperdício.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

Reforma tributária exige passagem

O governo está convencido de que tem que fazer a reforma tributária para ontem. Os filósofos do Ministério da Fazenda descobriram, antes tarde do que nunca, que, com o atual mix de impostos e distribuição do percentual de incidência, a arrecadação tributária continuará caindo em termos relativos, cresça a economia o que crescer. Há que se reformar para acompanhar a mudança estrutural na geração de renda entre os setores da economia. Engraçado é que o RR, do alto da sua insuficiência teórica, já tinha cantado essa pedra. A torcida agora é que o governo ignore o pato da Fiesp e construa um mosaico tributário com impostos mais progressivos sobre a renda. Uma chance em mil disso acontecer.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

Cascalhos tributários

O então presidente da Vale, Roger Agnelli, foi o maior espadachim entre as mineradoras na cruzada contra o aumento da alíquota de royalties sobre a produção mineral, a Contribuição Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM). Agnelli venceu a batalha dos royalties duas vezes, nos governos Lula. Essa sua intensa movimentação política junto com uma gigantesca demissão de funcionários da mineradora por ocasião da crise do minério de ferro foram a pá de cal no seu projeto de permanência na Vale. A luta do executivo rendeu a manutenção do status tributário até os dias de hoje, quando o setor de mineração parece ter capitulado. A troca é mais CFEM por menos investimento e competitividade nas exportações e mais desemprego na indústria extrativa mineral. Não parece um bom negócio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

Clealco sobre o balcão

A família Pizzo, controladora da sucroalcooleira Clealco, estaria reabrindo o processo de venda da companhia. Com três usinas em São Paulo, o grupo tem uma dívida que não para de crescer e já passou da marca de R$ 1,5 bilhão. Não sabe o que é lucro há quatro safras consecutivas. No ciclo 2016/17, as perdas somaram mais de R$ 23o milhões. Consta que, no ano passado, a Glencore quase comprou uma fatia da Clealco. As negociações se arrastaram por mais de dez meses até que os suíços desistiram da operação por falta de um acordo com os bancos credores para a repactuação do passivo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

Bola alta na ponta

Deve ser o efeito Bernardinho. Ou Bolsonaro… A ex-jogadora da seleção brasileira de vôlei Ana Paula, que mora nos Estados Unidos, tem sido sondada por partidos para voltar ao Brasil e se candidatar ao Congresso em 2018. A ex-atleta, que acaba de estrear um blog no Estadão, é uma das coqueluches das redes sociais, onde costuma fazer a alegria de “coxinhas” e matar “petralhas” de raiva. No ano passado, declarou seu voto em Donald Trump.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

“Stleaming”

Maurício de Souza anda entusiasmado com a ideia de criar seu próprio serviço de streaming, que incluiria não apenas o acervo de animações da Mônica, Cebolinha e cia., mas também outras produções nacionais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

Tatuagem

Renan Calheiros quer grudar em Lula. Não só o recepcionará em Maceió na próxima segunda-feira, dia 20, como pretende acompanhar o ex-presidente em quase todos os eventos previstos para o seu giro de dois dias pelo interior de Alagoas. A expectativa de Renan, pai, é que Lula dê uma firme declaração de apoio a Renan Filho, que disputará a reeleição ao governo de Alagoas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

Eles querem Ciro

Curioso: Ciro Gomes tem sido mais assediado pela imprensa estrangeira do que João Doria, hoje o mais cosmopolita dos políticos brasileiros…

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

Petrodólares

O fundo soberano Abu Dhabi Investments Authority está em busca de ativos de real estate no Brasil, notadamente galpões industriais e centros de distribuição. Segundo o RR apurou, vai concentrar seus investimentos no interior de São Paulo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.17
ED. 5683

Ponto final

Procuradas, as seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: Clealco e Abu Dhabi Investments.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.