Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
27.04.16
ED. 5356

China Construction vasculha os escombros da Lava Jato

 A China Communications Construction Company (CCCC), uma das maiores empreiteiras de seu país, está em busca de ativos no Brasil. O RR apurou que representantes do grupo já teriam mantido contatos com a Galvão Engenharia e a Engevix, ambas demolidas pela Lava Jato e em processo de recuperação judicial. Além de uma porta de acesso à indústria brasileira de construção pesada, os chineses enxergam uma boa oportunidade de negócio sob os escombros do “petrolão”. A Galvão Engenharia tem aproximadamente R$ 2 bilhões em recebíveis referentes a obras já concluídas. A Engevix, por sua vez, algo em torno de R$ 1,5 bilhão. Seus atuais controladores não podem se dar ao luxo de esperar pelo dia em que esses recursos entrarão no caixa. Mas a CCCC, sim.  Criada há menos de uma década, a CCCC fatura por ano mais de US$ 60 bilhões. Entre outras áreas de negócio, é, por exemplo, a maior construtora de portos da China. Não por acaso, além do ingresso no setor de construção pesada, os planos do grupo para o Brasil também passam pela infraestrutura portuária. Em parceria com tradings agrícolas, a CCCC estuda participar dos leilões de novos terminais no Pará, previsto para o dia 10 de junho. As seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: Galvão Engenharia e Engevix.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.04.16
ED. 5356

Temer corre para apagar o nome de Caiado

 A possível indicação de Marcos Pereira, presidente do PRB, para o Ministério da Agricultura de Michel Temer atende a dois propósitos: quitar o apoio do partido ao impeachment de Dilma Rousseff e debelar um princípio de incêndio junto ao agronegócio, importante aliado da “candidatura Temer”. O incêndio em questão tem nome e sobrenome: Ronaldo Caiado. Segundo o RR apurou, em 14 de abril, dois dias antes da votação do impeachment na Câmara, Temer convidou Caiado para ocupar um super Ministério da Agricultura, unificado à Pasta do Desenvolvimento Agrário. A escolha provocou uma forte reação no setor, que se uniu contra o nome de Caiado e, tudo indica, alcançou seu intento, obrigando Temer a mudar de direção.  De acordo com uma fonte ligada à Confederação Nacional da Agricultura (CNA), o presidente em exercício da entidade, João Martins, teria conversado com Temer na última quarta-feira para manifestar o descontentamento do setor com a então iminente indicação de Caiado. Fundamental na votação do impeachment de Dilma Rousseff, a bancada ruralista também já atirou suas lanças contra a ida do senador para o Ministério da Agricultura. Neste caso, a insatisfação teria chegado ao pé do ouvido de Temer na voz dos deputados do PP gaúcho Luiz Carlos Heinze e Jerônimo Goergen.  Ronaldo Caiado é dose até mesmo para os grandes proprietários rurais. Há um consenso de que sua eventual indicação para o Ministério, caso Temer volte uma casa e insista no seu nome, poderá se voltar contra o próprio setor, dada a forte resistência que o senador encontra junto à mídia e mesmo a pequenos e médios agricultores. Estes últimos sempre acusaram a UDR, a casa de Caiado, de defender os interesses do andar de cima do campo. Além disso, o senador carrega a pecha de explorador de mão de obra rural. Ressalte-se, que, em 2013, quando era deputado federal, votou contra a chamada PEC do Trabalho Escravo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

 Essa, ao que tudo indica, vai cair de mão beijada no colo de Michel Temer. A chinesa CRCC está produzindo, em parceria com a Empresa de Planejamento e Logística (EPL), o estudo de viabilidade para a construção de trechos da Ferrovia NorteSul em São Paulo, Goiás e Mato Grosso. Os asiáticos são a grande esperança da EPL para desengavetar o projeto de R$ 2,5 bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

 No que depender de Wellington Moreira Franco, Aldemir Bendine permanece na presidência da Petrobras. Na visão de Moreira, não será bom fazer um turnover tão rápido na estatal. Qualquer mudança ficaria para um segundo momento. Enquanto isso, Bendine seguiria dando expediente às terças, quartas e quintas, fazendo jus ao apelido de “presidente TQQ” que recebeu dos próprios funcionários da companhia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.04.16
ED. 5356

Passaporte

A Coamo, maior cooperativa agropecuária da América Latina, com receita de R$ 11 bilhões, começa a dar forma a seu plano de internacionalização. Está criando uma trading para atuar no exterior. A japonesa Toyota Tsusho Corporation deverá se associar ao projeto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.04.16
ED. 5356

Energia eólica

 Controlada pelo Santander e por fundos de pensão canadenses, a Cubico Sustainable Investments reservou o equivalente a R$ 5 bilhões para construir novos complexos eólicos no Brasil. A ideia é duplicar sua capacidade instalada no país – hoje, seus cinco parques geradores no Nordeste somam 615 MW.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.04.16
ED. 5356

Zelotes

 A CPI do Carf fecha o cerco aos empresários Carlos Alberto de Oliveira Andrade e Walter Faria. A comissão já solicitou a quebra dos sigilos bancário e fiscal dos donos do Grupo Caoa e da cervejaria Petrópolis .

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.04.16
ED. 5356

Pé na soleira

 Investidores árabes negociam a compra de uma participação na Alphaville Urbanismo, controlada pelo trio Blackstone, Pátria e Gafisa. Procurada pela RR, a Alphaville não comentou o assunto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.