04.01.17
ED. 5531

Curado ou enfermo?

Frederico Curado, ex-CEO da Embraer, está deixando o cargo de diretor executivo criado para ele em julho do ano passado, no teatro da sucessão encenado em São José dos Campos. Ao se afastar definitivamente da Embraer, perderá a guarida jurídica da empresa. Isso no momento em que minoritários da companhia nos Estados Unidos pulam na sua jugular devido às denúncias de corrupção. Procurada, a Embraer confirmou a saída de Curado, garantindo que ela já estava prevista desde o ano passado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.