07.12.17
ED. 5761

Citic Group planta múltiplas sementes no Brasil

A compra da divisão de sementes da Dow Chemical, por US$ 1,1 bilhão, é apenas o primeiro orvalho da manhã. O Citic Group – colosso estatal chinês com mais de US$ 1 trilhão em ativos – tem planos de montar uma grande operação integrada no agronegócio brasileiro. O projeto envolveria produção e comercialização de grãos, compra de terras e investimentos em infraestrutura atrelados ao escoamento de commodities agrícolas. Os aportes viriam na esteira dos acordos bilaterais assinados no ano passado entre o presidente Michel Temer e o líder chinês, Xi Jinping. No governo, há a expectativa, inclusive, de que parte projetos do Citic Group venha a ser anunciada em janeiro, aproveitando a passagem da comitiva de Temer pela Ásia, notadamente do ministro da Agricultura, Blairo Maggi. Antes de marchar para o Fórum Econômico Mundial, em Davos, ressalte-se, o presidente fará um tour por Indonésia, Cingapura e Vietnã. O Citic Group tem alguns negócios isolados no país, onde chegou em 2011. Produz equipamentos para o setor de óleo e gás e a indústria siderúrgica. Seu investimento mais agudo está na área de mineração. O Citic integra o consórcio de investidores chineses que detém 15% da Companhia Brasileira de Mineração e Metalurgia (CBMM), da família Moreira Salles, responsável por quase 80% da produção mundial de nióbio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.