20.04.17
ED. 5603

Cavendish deixa sua marca na Marginal

A iminente delação de Paulo Preto, ex-diretor da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), deverá jogar luz sobre a ainda pouco badalada atuação do empreiteiro Fernando Cavendish em São Paulo. Durante a gestão tucana, a Delta Engenharia teria contabilizado mais de R$ 1,2 bilhão em contratos com o governo do estado. O maior deles, no valor aproximado de R$ 800 milhões, envolveu as obras de ampliação da Marginal do Tietê. Paulo Preto poderá falar com a propriedade de quem participou da contratação da Delta, mais conhecida pelas suas travessuras no governo Cabral. Procurada, a Dersa informa não ter conhecimento de qualquer denúncia relacionada à referida obra.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.