Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Takeda

Relacionados

15.03.18
ED. 5826

Péssimo remédio

Há um ano no cargo, a presidente do Takeda no Brasil, Renata Campos, terá de engolir um repugnante xarope deixado pelo antecessor, Ricardo Marek: a venda do Multilab. Tem tudo para ser o maior mico da gigante farmacêutica japonesa no Brasil. Há seis anos, o Takeda pagou US$ 270 milhões pelo Multilab. Por ora, a melhor proposta que recebeu pelo laboratório estaria na casa dos US$ 40 milhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.