Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
11.08.17
ED. 5681

Dividendos

Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson, poderá aterrissar no Ministério das Cidades. Assim, Michel Temer quitaria sua dívida pelos votos do PTB contra o seu afastamento da Presidência.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.08.17
ED. 5676

Roberto Jefferson atravessa a Dutra

Roberto Jefferson procura um imóvel para alugar em São Paulo. É mais um sinal de que vai aceitar o conselho de Geraldo Alckmin, transferir seu domicílio eleitoral e disputar uma vaga na Câmara pelo PTB paulista. Antes, porém, é provável que gaste um pouco mais da sola do sapato. Jefferson disse a uma fonte do RR que tem penado para encontrar uma residência. Queixou-se de que, mesmo com a crise, os preços estão “salgados demais”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.17
ED. 5668

Temer garante

A indicação de Cristiane Brasil para o Ministério da Cultura desafinou. Mas Michel Temer garante ao PTB que a filha de Roberto Jefferson estará sentada em uma cadeira quando a dança da reforma ministerial terminar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.07.17
ED. 5660

O “novíssimo” PTB

Roberto Jefferson abriu as portas do PTB para o retorno de Demóstenes Torres à política – o ex-senador foi cassado em 2012 pelo suposto envolvimento com o contraventor Carlos Cachoeira. Na última terça-feira, inclusive, em um movimento surpreendente Torres pediu a devolução do seu mandato. Puro jogo de cena. O que interessa mesmo é a requisição para que o Senado reexamine a sua inelegibilidade até 2020, o que lhe permitiria voltar às urnas já no próximo ano.


Aliás, o PTB já pode ser considerado o partido dos “regenerados”. O próprio Roberto Jefferson, afastado da política desde que foi condenado no processo do mensalão, pretende se candidatar à Câmara dos Deputados. Curiosamente, deverá disputar a eleição por São Paulo e não pelo Rio. Consta que Geraldo Alckmin foi decisivo na mudança do domicílio eleitoral.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.06.17
ED. 5637

Bomba-relógio

Roberto Jefferson, o delator do “mensalão“, vislumbra uma brecha para disputar as eleições em 2018. Entre os seus advogados, o entendimento é que o indulto na pena principal concedido pelo STF se estende aos seus direitos políticos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.08.15
ED. 5176

Após lançar um livro de memórias

Após lançar um livro de memórias, Roberto Jefferson – delator não premiado do mensalão – tem se dedicado a escrever poesias. Há uma trova dedicada a José Dirceu.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.