Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
11.09.17
ED. 5701

A desavergonhada base aliada de Alckmin

A capitalização da Sabesp virou objeto de um descarado joguete político em São Paulo. Deputados aliados – muy aliados – de Geraldo Alckmin ameaçam brecar este e outros projetos de interesse do Palácio dos Bandeirantes na Assembleia Legislativa. O motivo da “rebelião”, liderada por parlamentares do PSB, PTB e do próprio PSDB, é o de sempre e pode se descrito sob a forma de cifrões.

Alckmin teria descumprido a promessa de liberação adicional de verbas do orçamento estadual. Geraldo Alckmin passou o feriadão trabalhando nos bastidores para conter o motim e evitar atrasos no redesenho da Sabesp. A proposta de criação de uma holding de saneamento que terá a estatal embaixo foi a engenharia encontrada pelo governo para capitalizar a empresa sem vender suas ações – operação que envolve até o IFC, do Banco Mundial.

Tudo, no entanto, pode ficar parado semanas, meses, se assim os deputados quiserem. A primeira represália mais aguda contra Alckmin veio na semana passada: vinte dos 21 líderes de bancadas da Assembleia assinaram um requerimento exigindo que o presidente da Casa, Cauê Macris (PSDB), coloque em votação a Proposta de Emenda à Constituição estadual (PEC 5) que altera o limite de remuneração do funcionalismo público e desarruma o orçamento paulista.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.09.17
ED. 5700

Imbassahy cada vez menos tucano

O ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, prepara sua saída do PSDB. Benito Gama já lhe abriu as portas do PTB. O motivo é a falta de apoio no partido para concorrer ao Senado em 2018. Apesar de ser o único ministro tucano no bunker do Palácio do Planalto – ou talvez por isso mesmo – Imbassahy vem perdendo cada vez mais espaço dentro do PSDB. Seu oponente, o deputado federal Jutahy Junior, já circula nas rodas soteropolitanas como o candidato tucano ao Senado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.08.17
ED. 5689

Alckmin celebra noivado com o PTB

Em conversa com o presidente do PTB-SP, o deputado Campos Machado, Geraldo Alckmin recebeu a garantia de que o partido apoiará sua candidatura à Presidência da República. O curioso é que a aliança valeria para o Brasil, mas não para a eleição ao governo de São Paulo. O PTB tem pretensões de lançar um candidato próprio. Nem que seja para cobrar caro pela saída da disputa.


Por falar em PTB, enquanto Jair Bolsonaro está de mudança para o PEN, o filho Flavio Bolsonaro, também do PSC, conversa com o partido de Roberto Jefferson. Para trocar de sigla, quer a garantia de que será candidato ao governo do Rio. A princípio, o PTB está comprometido com Eduardo Paes, mas com a Lava Jato tudo pode mudar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.08.17
ED. 5681

Dividendos

Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson, poderá aterrissar no Ministério das Cidades. Assim, Michel Temer quitaria sua dívida pelos votos do PTB contra o seu afastamento da Presidência.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.08.17
ED. 5676

Roberto Jefferson atravessa a Dutra

Roberto Jefferson procura um imóvel para alugar em São Paulo. É mais um sinal de que vai aceitar o conselho de Geraldo Alckmin, transferir seu domicílio eleitoral e disputar uma vaga na Câmara pelo PTB paulista. Antes, porém, é provável que gaste um pouco mais da sola do sapato. Jefferson disse a uma fonte do RR que tem penado para encontrar uma residência. Queixou-se de que, mesmo com a crise, os preços estão “salgados demais”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.17
ED. 5668

Temer garante

A indicação de Cristiane Brasil para o Ministério da Cultura desafinou. Mas Michel Temer garante ao PTB que a filha de Roberto Jefferson estará sentada em uma cadeira quando a dança da reforma ministerial terminar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.07.17
ED. 5660

O “novíssimo” PTB

Roberto Jefferson abriu as portas do PTB para o retorno de Demóstenes Torres à política – o ex-senador foi cassado em 2012 pelo suposto envolvimento com o contraventor Carlos Cachoeira. Na última terça-feira, inclusive, em um movimento surpreendente Torres pediu a devolução do seu mandato. Puro jogo de cena. O que interessa mesmo é a requisição para que o Senado reexamine a sua inelegibilidade até 2020, o que lhe permitiria voltar às urnas já no próximo ano.


Aliás, o PTB já pode ser considerado o partido dos “regenerados”. O próprio Roberto Jefferson, afastado da política desde que foi condenado no processo do mensalão, pretende se candidatar à Câmara dos Deputados. Curiosamente, deverá disputar a eleição por São Paulo e não pelo Rio. Consta que Geraldo Alckmin foi decisivo na mudança do domicílio eleitoral.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

07.04.16
ED. 5343

2018, já!

 A presidência da Câmara é pouco. O projeto político de Jovair Arantes (PTB), relator do processo de impeachment, é disputar o governo de Goiás. Com o apoio do “presidente” Michel Temer.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.06.15
ED. 5143

O PTB estaria passando o chapéu

 O PTB estaria passando o chapéu entre empresários amigos para custear os criminalistas contratados por José Maria Marin, vice-presidente do partido em São Paulo. Consta que o ex-presidente da CBF, preso na Suíça há quase um mês, não teria condições financeiras de pagar seus advogados. Pobre Marin! Oficialmente, o partido nega qualquer participação na derrama e afirma que se trata de uma ação de cunho pessoal do presidente da sigla em São Paulo, o deputado Campos Machado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.04.15
ED. 5100

ACM Neto tem se empenhado

 ACM Neto tem se empenhado em reatar as conversações para a fusão entre o DEM e o PTB. Afinal, o M&A partidário vale uma sigla a menos na base aliada.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.03.15
ED. 5090

Aviso prévio

 Há uma pressão do Planalto para que o ministro do Desenvolvimento, Armando Monteiro, deixe o PTB, em vias de juntar seus trapinhos com o DEM, de ACM Neto e cia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.