Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
19.02.18
ED. 5808

Há uma Amazon nas entrelinhas da Saraiva?

A forte subida das ações da Saraiva tem provocado um frenesi no mercado. Dez entre dez analistas apostam suas fichas que a Amazon reabriu tratativas para a compra da rede de livrarias. Desde o início de janeiro, o papel acumula alta de quase 30% – 15% apenas na semana anterior ao Carnaval. Entre os principais compradores, ressalte-se, estariam a H11 Capital e a GWI, que já detêm participação no capital da Saraiva. Por sinal, são sócios do barulho, que têm causado muita dor de cabeça aos controladores da companhia. A GWI, do gestor Mu Hak You, protagonizou uma longa disputa com a família e chegou a pedir o afastamento de Jorge Saraiva Neto da presidência da empresa. Por sua vez, a H11 briga por mais espaço no Conselho. E, talvez, por uma posição privilegiada no capital caso a Amazon desembarque no capital da Saraiva e recompre as ações em mercado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.01.18
ED. 5779

Hora da morte

A H11 Capital é candidata a assumir a gestão dos cemitérios paulistanos – a licitação, promessa de campanha de João Doria, se arrasta como um cortejo fúnebre há meses. A gestora já tem um pé na cova, no melhor dos sentidos. É dona de 30% do cemitério Terra Santa, em Belo Horizonte.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.09.16
ED. 5454

Contencioso da Saraiva tem novo capítulo

 Os controladores da Saraiva não vão se livrar tão facilmente do minoritário Mu Hak You, afastado do conselho da companhia por uma decisão judicial. Dono da gestora GWI e detentor de 33% das preferenciais da rede de livrarias, You está buscando o apoio de outros acionistas para exigir na Justiça a realização de uma auditoria externa na empresa. Um dos investidores mais importantes é Vicente Costa Neto, da H11 Capital. Detentor de 10% das PNS, Neto também questiona a Saraiva na CVM, exigindo o pagamento dos dividendos de 2015. O alvo de Mu Hak You são os bônus pagos aos administradores da Saraiva e, em última linha, aos próprios acionistas, hegemônicos no Conselho. You mira, notadamente, nas bonificações distribuídas no ano passado em cima da venda do braço editorial da Saraiva.  Mu Hak You acusa a Saraiva de ter inflado as bonificações com o intuito de aumentar as retiradas dos próprios acionistas, causando perdas aos minoritários.  O tiroteio entre Mu Hak You e os Saraiva se intensificou nos últimos três meses, com disparos de parte a parte. O mais recente foi feito pela rede de livrarias, que entrou com uma ação de responsabilidade contra o investidor, automaticamente forçando sua saída do Conselho. Apenas pró-forma, é bem verdade, uma vez que ele foi substituído pelo próprio filho, Thiago Hi Joon You. • As seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: Saraiva e GWI.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.