fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
30.09.20

Roda presa

Entre os dirigentes das quatro grandes montadoras do país – Volkswagen, Fiat, GM e Ford – sobram críticas à performance do presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, nas tratativas com o governo para obter um pacote de ajuda ao setor. Nas palavras de um dos grandes executivos do setor, “mais um pouco e nós é que vamos ter de pagar ao BNDES”. O RR acha que há um quê de injustiça na avaliação do trabalho de Moraes. Mais fácil a pandemia acabar do que convencer Paulo Guedes a conceder qualquer tipo de subsídio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.08.20

Marcha a ré

Além da nova pickup S-10, a GM prepara o lançamento de mais dois veículos de passeio com câmbio manual. Trata-se de um indício de que o mercado automotivo brasileiro andou para trás e terá de apostar em modelos mais baratos para caber no bolso do brasileiro no pós-pandemia. E dizer que, por volta de 2015, o então presidente da GM na América Latina, Jaime Ardilla, repetia que em cinco anos todos os modelos produzidos pela montadora no Brasil seriam automáticos. Mas havia um vírus e uma crise no meio do caminho.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.10.19

A GM está blefando?

O presidente da GM na América do Sul, Carlos Zarlenga, chamou o governo brasileiro para a mesa de pôquer. A rodada de fogo vale R$ 10 bilhões. É o valor do investimento da montadora no Brasil até 2024, que poderá ser revisto caso a alíquota do programa Reintegra, de créditos tributários para exportadores, não seja aumentada.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.06.19

Figurante

Hoje, o principal interlocutor da indústria automobilística com a equipe econômica é o CEO da GM na América do Sul, Carlos Zarlenga. O presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, virou retardatário.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.05.19

Vaga para a Hyundai

Depois da GM e da Scania, agora é a Hyundai que negocia sua adesão ao IncentivAuto, o programa de incentivos fiscais lançado por João Doria para frear a carnificina de empregos no estado. A prenda para garantir os benefícios tributários é um investimento de pelo menos R$ 1 bilhão no estado. Os sul-coreanos têm uma fábrica própria em Piracicaba, que está fora da parceria com o Grupo Caoa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.03.19

Lavoisier

Há uma dose de cenografia no investimento de R$ 10 bilhões em São Paulo anunciado pela GM na última terça-feira. Uma parte da cifra, algo como R$ 3 bilhões, é uma “sobra” do plano estratégico para o Brasil apresentado pela montadora em 2017.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.12.18

“Boca de urna”

A GM prepara uma nova campanha publicitária para janeiro. Segundo o RR apurou, o tom será na linha de saudação ao “novo Brasil”. Em outubro, pouco antes da eleição, a montadora causou polêmica com um anúncio em que dizia “ser possível mudar o país”. Nas redes sociais, o reclame foi acusado por muitos de ser uma mensagem de apoio a Jair Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.01.18

Elétrico

A quem interessar: o Bolt, carro elétrico da GM, deverá chegar ao Brasil em 2019 custando a bagatela R$ 180 mil. Nos Estados Unidos, seu preço é de US$ 35 mil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.10.17

Sinais de recuperação

Os 1.500 trabalhadores da GM em São José dos Campos que estão sob regime de layoff preparam-se para voltar ao trabalho, no próximo dia 4 de novembro, com esperanças renovadas. A expectativa é que a montadora não abra um novo período de layoff. Melhor ainda seria se a companhia estendesse o prazo de garantia dos empregos, que vai até fevereiro, segundo acordo com o sindicato dos metalúrgicos. Entre janeiro e setembro, a GM vendeu 30 mil veículos a mais do que em igual intervalo no ano passado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

01.09.17

GM fora da curva

Um sopro de esperança na GM. A montadora já convocou de volta ao trabalho quase uma centena dos quase mil funcionários da fábrica de São José dos Campos que estão sob regime de layoff até 4 de novembro. A expectativa
é que outro tanto seja chamado ao longo de setembro. Não é nada, não é nada, já seriam quase 8% dos mais de três mil trabalhadores do setor que estão temporariamente em casa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.