Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
19.09.17
ED. 5707

Todo a atenção

Eliseu Padilha foi escalado no Planalto para dar, digamos assim, toda a atenção necessária ao deputado Lucio Vieira Lima, irmão de Geddel.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.07.17
ED. 5667

“Lava-Acarajé”

Além de pecuarista, cacauicultor, investidor, Geddel Vieira Lima também é “acarajeísta”. É dono de uma penca de tabuleiros de acarajé, abará e caruru. Mesmo com o acionista majoritário em prisão domiciliar, o negócio não
corre risco de revés. Os acarajés de Geddel são altamente lucrativos. E as baianas são sócias nos tabuleiros.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.07.17
ED. 5666

A grande família

O deputado Lucio Vieira Lima tem deixado seus colegas de Congresso com uma pulga atrás da orelha. Antes, quando perguntado sobre a possibilidade de seu irmão, Geddel Vieira Lima, fechar um acordo de delação, Lucio costumava negar com serenidade. Nos últimos dias, no entanto, deu para ser ríspido com quem o aborda sobre o assunto e ainda diz que a conversa pode ser considerada “obstrução de Justiça”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.06.17
ED. 5643

Onde há fumaça…

Na última sexta-feira, chegou ao Palácio do Planalto a informação de que Geddel Vieira Lima estaria negociando espontaneamente um acordo de colaboração com a Lava Jato. Vale lembrar que o ex-ministro já colocou seu passaporte e seu sigilo bancário e fiscal à disposição do STF.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.05.17
ED. 5614

Falta de foro

O ex-ministro Geddel Vieira Lima está bastante aflito com a falta de foro privilegiado. Chegou a tocar no assunto em recente conversa com Michel Temer no Planalto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.02.17
ED. 5558

Um pedaço de Geddel no gabinete de Imbassahy

Antonio Imbassahy, recém-nomeado para a Secretaria de Governo, tem sido alertado por seus pares tucanos a afastar a secretária-executiva da Pasta, Ivany dos Santos. O argumento é que, com Ivany por perto, Geddel Vieira Lima continuará mandando e desmandando na estrutura do Ministério. A servidora é leal assessora de Geddel há mais de 20 anos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.