Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
19.10.17
ED. 5728

Base aliada

O Carlyle dedica-se a costurar uma coalizão no varejo. Os partidos são a Tok&Stok, que tem os norte-americanos como acionistas, e a Etna, do empresário Nelson Kaufman. A aliança daria a origem à maior rede de móveis e decoração do país, com vendas acima de R$ 2 bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.04.17
ED. 5599

Idas e vindas

O empresário Nelson Kaufmann estaria em busca de um sócio para a Etna, rede de móveis e artigos de decoração com 14 lojas. Há dois anos, Kaufmann conversou com fundos de investimento, mas as negociações ficaram pelo caminho.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.02.16
ED. 5309

Corta, corta, corta

 A chegada de Ana Maria Horta Veloso à presidência da Light marca um novo ciclo de cortes. O pacote inclui redução de investimentos, dispensa de funcionários terceirizados e venda de ativos, a começar pelas seis usinas hidrelétricas da empresa. Procurada, a Light confirma que está revendo seus custos e, “havendo necessidade, poderá realizar cortes”.  A Foxconn já pensa em fazer uma nova temporada de cortes na fábrica de Indaiatuba (SP). Desta vez, seria algo em torno de cem demissões. Em janeiro, a companhia dispensou 480 trabalhadores.  O empresário Nelson Kaufman faz contorcionismos para melhorar os resultados da rede varejista Etna. Uma das medidas que deverão ser adotadas é a redução de algumas lojas, com estrutura de custos mais pesada: a unidade da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, poderá ser extirpada em quase 40% da sua área. As seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: Etna e Foxconn.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.01.16
ED. 5290

Annus horribilis

 A Etna, varejista de móveis e artigos de decoração controlada por Nelson Kaufman, deverá passar 2016 inteiro sem abrir uma só loja – fato inédito na história da empresa. Na verdade, já será uma proeza chegar ao fim do ano com os atuais 18 pontos de venda.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.08.15
ED. 5184

O outro lado

Após desistir da venda da Etna na verdade, os pretendentes é que desistiram da rede varejista, Nelson Kaufman está à espreita de pontos de venda da concorrente Tok&Stok, notadamente no eixo Rio-São Paulo. A Tok&Stok nega o fechamento de lojas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.