Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
14.09.17
ED. 5704

Meirelles é seu próprio marqueteiro

Henrique Meirelles e Gilberto Kassab deram uma aula ontem de como esquentar o noticiário. Por volta das 15h30, logo após o encontro entre Meirelles e parlamentares do PSD, Kassab anunciou à imprensa à pré-candidatura do ministro da Fazenda à Presidência da República. Chegou a dizer que o vice da chapa não sairia de São Paulo, mas “de outra região”. Em menos de meia hora, Meirelles postou em sua conta oficial no Twitter quatro mensagens em sequência negando a candidatura – ao mesmo tempo em que agradecia aos integrantes do PSD pelas palavras de apoio. O típico desmentido que só faz bem. O jogral garantiu a presença de Meirelles nos highlights do noticiário durante toda a tarde, sempre colado às palavras “candidato” e “presidência”. Em tempo: Meirelles e os líderes do DEM, à frente Rodrigo Maia e ACM Neto, articulam um encontro para a próxima semana. Promessa de mais dendê no caldeirão das especulações eleitorais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.17
ED. 5685

Espaço aberto

A ida de Bernardinho para o Partido Novo reacendeu as esperanças do deputado Carlos Roberto Osório de ser o candidato do PSDB ao governo do Rio em 2018. Ele tenta articular, desde já, o apoio do DEM e do PP, partido do atual vice-governador Francisco Dornelles. Até porque se depender única e exclusivamente do PSDB para ganhar uma eleição no Rio…

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.08.17
ED. 5682

O partido que não ousa dizer seu nome

O DEM, que não quer mais ser DEM, não sabe o que quer ser. ACM Neto defende a alteração do nome do partido para a sigla MUDE. Uma corrente encabeçada pelo ministro Mendonça Filho trabalha pela marca Centro Democrático, que há duas semanas era dada como pule de dez dentro do partido. Alguns querem que tudo fique como está, caso do deputado José Carlos Aleluia. Consta que, numa das reuniões para tratar do tema, houve até quem sugerisse a ressurreição da “Frente Liberal”. Deve ter sido o espírito de Aureliano Chaves.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.17
ED. 5672

Tapas e beijos

Ao que parece, o encontro entre Rodrigo Maia e Geraldo Alckmin, que tinha como objetivo reaproximar DEM e PSDB, teve efeito contrário. Ao sacar repentinamente o nome de Rodrigo Garcia como candidato do partido ao governo de São Paulo, Maia mandou um recado para Alckmin. O presidente da Câmara não engoliu a ligeireza com que a comunicação do Palácio Bandeirante vazou, quase em tempo real, o teor da sua conversa com o governador paulista no jantar da última segunda-feira. Muito menos a versão de que, no encontro, teria assegurado o apoio do DEM à candidatura de Alckmin à presidência em 2018.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.07.17
ED. 5671

Gasolina na fogueira

O encontro da última quarta-feira no Palácio do Planalto não aparou as arestas entre Michel Temer e Paulo Hartung. Pelo contrário. Ontem, em conversas reservadas com parlamentares do PMDB, o governador do Espírito Santo
subiu o tom nos ataques a Temer. Coisa de quem já usa a camisa do DEM e o bottom de Rodrigo Maia por debaixo do paletó.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.07.17
ED. 5657

Farelos de poder

Seja Michel Temer, seja Rodrigo Maia, pouco importa: a tropa governista da Câmara já duela pelas quatro pastas tucanas que deverão voltar às páginas dos classificados nos próximos dias. PMDB e DEM são os mais ávidos pelas cadeiras de Bruno Araújo (Cidades), Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Aloysio Nunes Ferreira (Itamaraty) e Luis linda Valois (Direitos Humanos). A bancada do PSDB se reúne nesta semana para formalizar a rebelião contra o presidente Temer, liberando seus deputados para votar contra o governo na Comissão de Constituição e Justiça e no plenário da Câmara.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.05.16
ED. 5360

Arestas

 Já é favas contadas que o DEM vai retornar ao Ministério de Minas e Energia, seu feudo durante o governo FHC. O problema é o nome do santo. O escolhido de Michel Temer, o deputado Mendonça Filho, prefere a Pasta da Educação. E o escolhido do DEM, José Carlos Aleluia, perdeu alguns pontos com Temer após posar de ministro antes da hora.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.01.16
ED. 5295

Mendonça Filho no jogo

 Mendonça Filho, líder do DEM na Câmara, promete iniciar o ano legislativo agitando duas bandeiras: além do impeachment de Dilma Rousseff, seu estandarte maior, vai trabalhar com afinco para emplacar o projeto de lei de sua autoria que propõe uma nova regulamentação para a venda de direitos de transmissão de jogos de futebol – assunto que está na ordem do dia. Ele garante ter o apoio de Eduardo Cunha para acelerar a votação do projeto. Sob a lógica que rege a ética parlamentar, é mais do que justo. Graças ao empenho de Mendonça Filho, a bancada do DEM está fechada com Eduardo Cunha.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

 À luz do dia, Eduardo Cunha posterga a apreciação dos pedidos de impeachment de Dilma Rousseff; na calada da noite, estaria instruindo deputados do PSDB e do DEM de como usar o próprio regimento da Câmara para acelerar a tramitação das requisições.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.04.15
ED. 5100

ACM Neto tem se empenhado

 ACM Neto tem se empenhado em reatar as conversações para a fusão entre o DEM e o PTB. Afinal, o M&A partidário vale uma sigla a menos na base aliada.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.03.15
ED. 5090

Aviso prévio

 Há uma pressão do Planalto para que o ministro do Desenvolvimento, Armando Monteiro, deixe o PTB, em vias de juntar seus trapinhos com o DEM, de ACM Neto e cia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.