fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
03.03.22

O Conselho de Ética sumiu

A representação de Flávio Bolsonaro contra Randolfe Rodrigues no Conselho de Ética do Senado já nasce como letra morta. O Colegiado está parado. Não vota um processo desde o início da pandemia. No momento, sequer tem presidente – o mandato de Jayme Campos (DEM-MT) se encerrou em dezembro de 2021.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.02.22

Caminho aberto

Dentro do DEM/União Brasil, o cálculo político é que a decisão da deputada Rose Modesto de concorrer ao governo do Mato Grosso do Sul aumentou consideravelmente as chances de Tereza Cristina deixar a Agricultura para concorrer ao Senado. Rose era tida dentro do partido como uma concorrente complicada para a ministra na disputa pela vaga de senadora.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

01.10.21

Ética? Deixa para 2022

O presidente da Comissão de Ética do Senado, Jayme Campos (DEM-MS), já confidenciou a parlamentares que não convocará nenhuma sessão presencial para este ano. Significa que todos os processos pendentes no colegiado ficarão como estão, no congelador, incluindo a representação contra Flavio Bolsonaro pelo suposto esquema das “rachadinhas”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.09.21

Quatro estrelas

A dobradinha DEM & PSL estaria sondando o general Santos Cruz para se filiar ao novo partido. Segundo a mesma fonte, a intenção seria lançar a candidatura do general ao governo do Distrito Federal.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.09.21

Tudo tem seu tempo

DEM e PSL sequer consumaram sua fusão e já há divergências no “novo partido”. Um exemplo: ACM Neto não concorda com a ideia da sigla descartar publicamente, desde já, apoio a Jair Bolsonaro em 2022.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.09.21

O blefe de Lorenzoni

Há uma boa dose de jogo de cena na ameaça de Onyx Lorenzoni de deixar o DEM caso o partido concretize sua fusão com o PSL. Na verdade, seria uma pressão de Lorenzoni para garantir sua candidatura ao governo do Rio Grande do Sul mesmo com o “M&A” entre as duas siglas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.08.21

DEM com Mourão… E com Bolsonaro

O DEM abriu suas portas para a filiação do vice-presidente, general Hamilton Mourão. Diferentemente do que diz Jair Bolsonaro, o partido acha que Mourão não atrapalha em nada. Pelo contrário. Pode ser o nome do DEM na disputa pelo Senado no Rio do Grande do Sul.

Por falar em DEM: o vice-presidente do partido, senador Jayme Campos, deverá solicitar uma reunião do diretório nacional ainda neste mês. Campos defende que o partido não só apoie Jair Bolsonaro em 2022 como anuncie a aliança o quanto antes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.06.21

Cidadania flerta com Mandetta

O melhor prato do insosso almoço entre líderes de sete partidos do Centrão, organizado por Henrique Mandetta na última terça-feira, foi servido depois do encontro. Em conversa reservada, Roberto Freire, do Cidadania, abriu as portas do partido para a filiação de Mandetta. O ex-ministro não disse nem sim, nem não. Mas sabe que, se ficar no DEM, sua candidatura à Presidência será derretida em óleo de dendê por ACM Neto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.06.21

Bola da vez

O Centrão insiste na derrubada de Milton Ribeiro do Ministério da Educação. No último fim de semana, o nome de Mendonça Filho, do DEM, circulou em Brasília como forte candidato ao cargo. Mendonça comandou a Pasta da Educação no governo Temer.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.03.21

Punição ao DEM

O RR apurou, em primeira mão, que, em reunião marcada para hoje, o TSE deverá determinar ao DEM que devolva ao Fundo Partidário cerca de R$ 2,1 milhões gastos irregularmente. O esqueleto vem de 2014, como um legado da gestão do ex-senador José Agripino Maia na presidência nacional do DEM.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.