fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
07.01.22

Vendendo saúde

Com o sinal verde do Cade para a associação, os controladores da Hapvida e da Intermédica já planejam uma oferta de ações da nova holding resultante da fusão das duas empresas. Tem tudo para ser uma das grandes operações do mercado de capitais brasileiro em 2022. O novo grupo já nasce com um faturamento de R$ 20 bilhões e um market share de 18% no setor de planos de saúde.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.12.21

Barricada antitruste

A Movida, terceira maior empresa de locação de veículos do país, trabalha junto ao Cade para brecar a proposta feita pela Localiza com o objetivo de aprovar sua fusão com a Unidas. O enredo é cheio de curvas. A Localiza comprometeu-se com o órgão antitruste a vender a marca Unidas. A Movida, no entanto, alega se tratar de um truque cenográfico: a concorrente negociaria apenas uma casca vazia, o brand, ficando com todo o recheio – lojas, frota, funcionários, acordos comerciais e, sobretudo, o market share da Unidas. Procurada, a Localiza disse ao RR que “eventuais esclarecimentos serão apresentados diretamente ao Cade e a seus Conselheiros”. Já a Movida não quis se pronunciar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.10.21

Os pesos e contrapesos do STF

A possível indicação do atual presidente do Cade, Alexandre Cordeiro, para o STF já provoca fissuras na Corte. Segundo uma fonte do Supremo, o nome enfrenta resistências dos ministros Alexandre de Moraes e Luiz Fux. Em compensação – e bota compensação nisso -, tem o apoio de Gilmar Mendes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.10.21

Colisão

A Movida, uma das três maiores locadoras de veículos do Brasil, estuda entrar na Justiça na tentativa de brecar a fusão entre a Unidas e a Localiza caso o Cade aprove a operação. Líder e vice-líder do setor, as duas empresas concentram mais de 60% de market share. A briga promete ser longa. O próprio Cade ainda terá quase um ano para dar seu veredito.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.21

“BR do Mar revolto”

O ministro Tarcisio Freitas tem feito gestões junto ao Cade na tentativa de aparar arestas em relação ao BR do Mar, projeto em tramitação no Senado. O Conselho já alertou para o risco do novo marco regulatório da cabotagem aumentar a concentração de mercado e favorecer armadores estrangeiros. Consultado, o Ministério afirma que “as sugestões do Cade são pontuais, não tirando o mérito do projeto.”

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.06.21

Padrinho forte

A operação do MDB para que o agora ex-presidente do Cade, Alexandre Barreto, permaneça no Conselho ganhou um forte reforço: Michel Temer teria intercedido junto ao presidente Jair Bolsonaro para que Barreto assuma a superintendência geral da autoridade antitruste.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.06.21

A tesourada do Carrefour

Demissões e fechamento de lojas deficitárias. Segundo uma fonte ligada ao Carrefour, estas são as medidas que a empresa estuda para aumentar a rentabilidade das lojas de atacado da bandeira Maxxi, herdadas com a compra do Grupo Big (ex-Walmart Brasil). Na média, a margem de lucro desses pontos de venda seria até dois pontos percentuais inferior à das lojas do próprio Carrefour. Procurada, a companhia diz “não confirmar as informações e que o processo de aquisição do BIG está sob análise do Cade”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.02.21

Será coincidência?

As companhias aéreas estão no radar do Cade. O motivo é a possível combinação de preços. Um exemplo: uma passagem Brasília-São Paulo para a última sexta-feira custava o mesmo valor tanto na Gol quanto na Latam: R$ 1.474,47. Procurada, a Latam informa que “não foi notificada sobre eventuais investigações do Cade a respeito de eventos na rota Brasília-São Paulo em fevereiro de 2021 e, caso seja notificada, prestará os devidos esclarecimentos”. A Gol, por sua vez, diz que “desconhece” o assunto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.12.20

Um “embaixador” de valor

As grandes transportadoras de carga do país buscam um “embaixador” para atuar junto ao Cade. O nome mais mencionado é o do ex senador Eunício de Oliveira, que conhece cada engrenagem de um carro forte. Até 2018, ele era o controlador da Confederal, vendida para a espanhola Prosegur. Ao lado da Brink ́s e da Protege, a empresa ibérica é investigada pelo Cade por suposta formação de cartel.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.12.20

Ópera bufa do 5G

A proposta do CEO da TIM Brasil, Pietro Labriola, de que o leilão de 5G seja realizado apenas no terceiro trimestre de 2021, foi detonada nos bastidores pela cúpula da Claro. A justificativa de Labriola de que, antes da licitação, o ideal é que o Cade analise a venda dos ativos de telefonia celular da Oi, soou como conversa para boi dormir. Sem dó, os executivos da empresa mexicana dizem que é papo de quem não tem o mesmo fôlego dos rivais para cacifar os bilhões de investimento no 5G.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.