Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
27.09.17
ED. 5713

Os diamantes e as delações são eternas

A situação de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo – condenados, respectivamente, a 45 anos e 18 anos de prisão – vai piorar mais alguns quilates. Segundo o RR apurou, a joalheria Antonio Bernardo está prestes a fechar um acordo de leniência com o Ministério Público Federal. O pacote inclui ampla documentação sobre as vendas fechadas para o casal Cabral, ao valor total de R$ 3,8 milhões. Consultada, a empresa informou que “sempre colaborou com a Justiça e atendeu a todas as obrigações a ela imputadas.”

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.08.17
ED. 5690

Facilidade total

Um notório fornecedor de serviços para o governo do Rio, ex-cliente do antigo escritório de advocacia de Adriana Ancelmo e envolvido na Operação Calicute, segue pintando e bordando em contratos com o estado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.17
ED. 5629

Leniência 24 quilates

A joalheria Antonio Bernardo, envolvida no esquema de corrupção de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo, estaria prestes a fechar um acordo de leniência com o Ministério Público Federal. Segundo informações apuradas junto ao MP, a multa passaria dos R$ 10 milhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.05.17
ED. 5616

Gestão da família

Não bastasse a pressão da Lava Jato, Adriana Ancelmo vem tendo ainda uma peleja com Marco Antonio Cabral, filho de Sérgio Cabral, pela, digamos assim, gestão das finanças da família.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.03.17
ED. 5582

Sara Joias paga seus pecados

A Sara Joias, uma das preferidas de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo, terá de acertar suas contas com o erário. O Ministério Público do Rio vai entrar com uma ação para que a joalheria devolva ao estado os recursos referentes aos incentivos fiscais recebidos indevidamente entre 2013 e 2016. Levantamento preliminar indica que os incentivos nesse período totalizaram aproximadamente R$ 21 milhões. Mas essa cifra ainda pode subir mais alguns quilates. Os procuradores estão debruçados sobre os autos de todos os processos administrativos contra a Sara Joias na Secretaria de Fazenda.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.03.17
ED. 5581

Lar, doce lar

Está explicado por que Adriana Ancelmo era vista cantarolando na prisão, conforme informou o RR na última sexta-feira.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.03.17
ED. 5580

A metamorfose de Adriana Ancelmo

As carcereiras do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, estão admiradas com a mudança de comportamento de Adriana Ancelmo. A ex-primeira-dama, que costumava passar dias sem sair de sua cela e se mostrava sempre irascível, assumiu o papel da “simpatia em pessoa”. Ajuda nas tarefas, conversa com outras detentas e não falta a um banho de sol, quando divide o pátio com 199 prisioneiras. Em alguns momentos, chega a cantarolar com suas companheiras de cárcere.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.03.17
ED. 5573

Mapa da mina

A H. Stern entregou ao Ministério Público do Rio um relatório de todas as vendas feitas a Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo ao longo de quase uma década. O valor total passaria dos R$ 5 milhões. Trata-se de um passo decisivo para a joalheira fechar seu acordo de leniência.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.02.17
ED. 5568

Os “Kennedy da Lava Jato”

José Padilha está reescrevendo episódios da série “Lava Jato” para incluir dois personagens fundamentais que passavam quase em branco no roteiro original: o ex-governador Sérgio Cabral e a ex-primeira dama Adriana Ancelmo. A produção da Netflix ainda não tem data de estreia, mas, até lá, é possível que Padilha tenha de adicionar outros nomes que ainda não vieram à tona na trama real.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.02.17
ED. 5566

Quarto dividido

A Secretaria Penitenciária do Rio cogita transferir Adriana Ancelmo para uma cela maior, onde a temperamental ex- primeira dama terá de dividir espaço com outras detentas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.02.17
ED. 5560

Fantasmas da Unimed

Pressionados por uma dívida de R$ 2 bilhões, os dirigentes da Unimed-Rio rezam para que não surja a sua frente qualquer outra assombração do passado. Nos tempos de Celso Barros, quando começou a acumular dívidas tributárias com o governo e a prefeitura do Rio, a operadora contratou o escritório de Adriana Ancelmo para ajudar na questão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.02.17
ED. 5558

Os Cabral

Os carcereiros estão surpresos com a mudança de comportamento do casal nº 1 de Bangu 8. Sérgio Cabral deu para ter crises de choro quase diárias. Já Adriana Ancelmo, que ficou em frangalhos nas primeiras semanas de cadeia, tem chamado a atenção pela sobriedade.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.01.17
ED. 5544

Silêncio temporário

A defesa de Sérgio Cabral e de Adriana Ancelmo prepara um novo pedido de habeas corpus para os próximos dias. Se não sair, vai ser difícil a dupla manter o voto de silêncio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.01.17
ED. 5534

Delação a caminho 1

Uma cruel contagem regressiva pesa sobre o casal Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo. Quem levantar o dedo primeiro e acertar uma delação premiada inevitavelmente reduzirá o interesse da Justiça pelas revelações do retardatário.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.01.17
ED. 5529

Os Ancelmo já merecem um reality show

O Ministério Público do Rio avança sobre a árvore genealógica da família Ancelmo. O MP investiga as circunstâncias das nomeações de Nusia Ancelmo e Fanny Regina da Silva Maia – respectivamente irmã e tia da ex-primeira dama Adriana Ancelmo – para o Tribunal de Contas do Estado (TCE). A primeira trabalhou com o juiz Aloysio Neves. A segunda foi lotada no gabinete da juíza Marianna Montebello. Neves, por sinal, é declaradamente amigo da família Cabral.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.12.16
ED. 5527

Setor terciário

O presidente de uma entidade empresarial do Rio não perdeu o sono apenas com a possibilidade de uma delação premiada de Adriana Ancelmo. Além do escritório da ex-primeira dama do estado, o empresário torrou R$ 120 milhões com outras influentes bancas de advocacia de Brasília e de São Paulo, como a de Roberto Teixeira. Tudo para escapar das garras do Tribunal de Contas da União (TCU), que ainda julga suas contas. Por ora, não há crime.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.12.16
ED. 5526

Réveillon em Bangu

Os advogados de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo vão tentar até o último instante um habeas corpus para que o casal passe o réveillon em casa. Apenas por dever de ofício. É pouco provável que um juiz de plantão tome uma decisão contrária à dos titulares do TRF da 2a Região, que já negaram outros dois pedidos de soltura.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.