fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
30.09.21

Nova prioridade

Abilio Diniz adicionou uma terceira prioridade às suas notórias preferências existenciais – empreender e namorar. Aderiu ao grupo de empresários que conspiram contra Jair Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.07.21

Esbanjando saúde

O RR tem a informação de que a Península, de Abilio Diniz, vai partir para a compra de participações em hospitais. O family office dos Diniz, que administra cerca de R$ 12 bilhões, já tem um pé na área de saúde: é sócio da healthtech Cuidas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.01.21

Fator Abilio Diniz

De acordo com fonte próxima a Abílio Diniz, o empresário é hoje uma voz importante dentro do Carrefour a favor da venda do controle do grupo. Segundo o RR apurou, Diniz, segundo maior acionista (7,5%), já havia dado o seu “de acordo” à proposta da canadense Couche-Tard. A negociação, no entanto, acabou barrada pelo governo francês.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.11.20

Carrefour 1

Abílio Diniz, acionista do Carrefour, tem defendido intramuros que a rede varejista lance, ainda neste ano, um programa para financiar ONGs de combate ao racismo. O empresário acha que a reação do grupo francês às seguidas denúncias de violência em suas lojas tem sido extremamente lenta e protocolar. Coisa de quem não quer entender o tamanho do problema.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.11.20

A bela, o marombeiro e o torrão de açúcar

Mesmo o “imortal” empresário Abílio Diniz começa a considerar que o seu tempo está passando mais depressa. Diniz tem conversado com seus filhos, especialmente Ana maria e João Paulo, sobre a sucessão no comando dos negócios da empresa, a holding Península Participações, que hoje abrange todos os ativos dos Diniz. Os outros filhos, Adriana e Pedro Paulo, estão fora do game. Adriana por nunca ter tido a menor vocação para empresária.

Já Pedro Paulo, que demonstrava tino empreendedor – chegou a discutir com Eike Batista, a criação de um hotel-boate em Angra dos Reis, em que a rave rolaria dia e noite, sem fim – deu uma “guinada odara” (apud Caetano Veloso) em sua vida. Partiu para viver em uma fazenda bucólica e plantar alimentos orgânicos. João Paulo lembra o pai no estilo bonapartista, e até na obsessão por esportes. Namorador, triatleta, com formação na London Business School, ficou marcado pela morte da modelo Fernanda, sua namorada, em um acidente de helicóptero, em Angra dos Reis. Realmente triste.

O primogênito, apesar de tentar imitar o pai em quase tudo, não é considerado por Abílio como o mais talhado para ocupar suas funções. Os filhos Miguel e Rafaela, do segundo casamento, são novos demais para entrar na disputa. Sobrou para belíssima Ana Maria, a mais perfeita tradução de Abílio, do ponto de vista do interesse nos negócios. Ana Maria também tem uma pegada corporativa de participar do terceiro setor, meio ambiente e educação. Entre os jovens Diniz, sempre foi a primeira alternativa para assumir o comando na visão do pai.

No Pão de Açúcar, trabalhou em marketing, RH e Operações. Noves fora, é mulher, o que conta ponto nos dias de hoje. Em um determinado momento, comentou-se que Abílio gostaria que Pedro Parente, ex-chairman da empresa BRF, um dos investimentos da Pensilvânia, fosse o coach da moça. Conversa fiada. Ana Maria está para lá de escolada. E quem seria um melhor coach do que o próprio pai, que a treinou por toda a vida. O fato é que Abílio permanece com a saúde de touro que sempre teve. Mas, não é nada, não é nada, está com 83 anos. A hora de fazer as escolhas é para ontem.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.11.20

Abílio pé frio?

Abilio Diniz é apontado nos bastidores do Morumbi como um dos principais financiadores da campanha de Julio Casares à presidência do São Paulo Futebol Clube. Pode ser um sinal de fortuna, mas não necessariamente de sorte. Nas duas últimas eleições, os candidatos apoiados por Abilio perderam.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.11.20

Abilio & Partners

A “família Diniz” vai aumentar. O RR tem a informação de que a Península, o family office de Abílio Diniz, trabalha na montagem de seu primeiro fundo de participação aberto a terceiros.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.04.20

A natureza do escorpião

Paulo Guedes colocou na conta de ruído na comunicação o estranho comportamento do empresário Abílio Diniz, que, após reunião com a superautoridade, assumiu a função de porta voz da Pasta. Diniz deixou o encontro propalando que estava autorizado pelo ministro a informar sobre uma injeção de liquidez da ordem de R$ 650 bilhões. Guedes liberou sim, mas para que Diniz falasse junto aos seus pares, empresários, e não para sair papagaiando na imprensa. Mas está tudo bem contornado. Afinal, o problema é o coronavírus e não o ego de Abílio Diniz.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.02.20

Diniz e os agregados

Os quase US$ 4 bilhões em ativos de Abilio Diniz e cia. vão ganhar reforço. A Península Participações, o family office do clã, estuda abrir um braço para a gestão de ativos de terceiros.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.12.19

O cartola Abílio

Um grupo de conselheiros pesos-pesados do São Paulo tenta convencer Abilio Diniz a concorrer à presidência do clube. O empresário seria o “candidato do golpe”, como alguns desafetos de Diniz se referem à articulação política em torno do seu nome. Ela se dá na esteira do pedido de impeachment do atual presidente do tricolor paulista, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.